quarta-feira, 25 de junho de 2008

Felicidade (Revolução da Alma)


“Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue sua alegria, sua paz sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém. Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.

A razão da sua vida é você mesmo. A tua paz interior é a tua meta de vida, quando sentires um vazio na alma, quando acreditares que ainda está faltando algo, mesmo tendo tudo, remete teu pensamento para os teus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você. Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você.

Não coloque o objetivo longe demais de suas mãos, abrace os que estão ao seu alcance hoje. Se andas desesperado por problemas financeiros, amorosos, ou de relacionamentos familiares, busca em teu interior a resposta para acalmar-te, você é reflexo do que pensas diariamente. Pare de pensar mal de você mesmo(a), e seja seu melhor amigo(a) sempre.

Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso para aprovar o mundo que te quer oferecer o melhor.

Com um sorriso no rosto as pessoas terão as melhores impressões de você, e você estará afirmando para você mesmo que está ‘pronto’ para ser feliz.

Trabalhe, trabalhe muito a seu favor. Pare de esperar a felicidade sem esforços. Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda.

Critique menos, trabalhe mais. E não se esqueça nunca de agradecer.

Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento, inclusive a dor. Nossa compreensão do universo, ainda é muito pequena para julgar o que quer que seja na nossa vida.

A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las.”

Texto de Paulo Roberto Gaefke


2 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Acredite, fiquei um pocuo mais calam. Minha amiga, venho de uma operção para a extração de câncer no útero e essa quimioterapia está me matando. Preciso reerguer-me e para tanto, preciso dos amigos. Fiz um post sobre Cidadão Kane, dedicado o nosso querido vampiro Ravnos, e pus algumas imagens que não têm nada a ver com o filme. Você vai gostar. Dê-me uma força.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo da
Rê e obrigada de antemão

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Obrigada, amiga, perla presença no meu Blog. Mas o inferno é agora, o único em mque acredito porque nele vivo: a quimioterapia. mas deixemos disso. Agradeço-lhe muito. Só posso retribuir a meu modo. Enquanto fico de resguardo, fiz um novo post, As pontes de Madison. Apareça:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,