quarta-feira, 8 de outubro de 2008

No Prelo da Memória



« NO PRELO da MEMÓRIA »

Fernando Peixoto

No prelo cerebral fica gravado
(Sem que ao menos possamos escolher)
Segredos dum percurso reservado
Que, por vezes, teimamos esconder

Aos nossos próprios olhos que já viram
Momentos de desgosto e de fraqueza
Com tal intensidade que sentiram
Como doem a mágoa e a tristeza.

Assim se escreve a Vida com lembranças
Quando o tempo se queda por instantes
E retira a poalha das heranças
Que nos restam dos tempos mais distantes.

Sai do prelo: surge então a História
Que escrevemos nas folhas da Memória.

(FERNANDO PEIXOTO)

Nenhum comentário: